terça-feira, maio 26, 2009

Entrevista à Nova Coletânea (Momentos Especiais)

Amigos, é com muita alegria que divido com vocês um momento muito importante em minha vida. Alguns dias atrás, fui entrevistada pelo Bruno Resende Ramos da Nova Coletânea, onde participei com o conto "O Muro" na Antologia "Contos e Crônicas para Viagem", lançada dia 19/04 na Bienal da Bahia.
Segue abaixo a entrevista na íntegra, postada por Bruno Resende Ramos em Nova Coletânea Entrevistas. :)

Segunda-feira, 4 de Maio de 2009

Entrevista da Nova Coletânea à escritora Carla Ivana


Entrevista:
1 - Como você definiria a escritora e a pessoa Carla Ivana?
R: A escritora é muito exigente, sempre acho que poderia estar melhor, mas acabo sempre deixando a mente viajar, e o coração falar mais alto. A pessoa é tímida, detalhista, ansiosa por aprender e fazer sempre mais, e claro, insone, e sonhadora, rs.

2 - Por que o pseudônimo Civana?

R: Ao descobrir o mundo virtual, tive que criar um e-mail, e achei que Carla Ivana ia ficar muito grande, queria um nome menor. Daí escolhi o "C" de Carla + Ivana, ficou "civana". O interessante é que não usava como pseudônimo, mas ao participar de um fórum do jogo "The Sims", que entrei para ajudar meu filho, passaram a me chamar de "Civana" devido ao e-mail, pois era o que ficava em evidência. Acabei gostando e adotando, hoje me chamam até de Tia Ci, rs.

3 - Onde nasceu e qual sua relação com o lugar em que mora?

R: Nasci no Rio de Janeiro, sou Carioca de coração, embora ande muito preocupada com o rumo dessa cidade. Já vi e passei por situações muito ruíns, que até renderam umas crônicas, mas sempre com espaço pra pitadas de humor, assim amenizou o perigo. Não me vejo morando em outro lugar, tenho saudades do Rio da minha infância, mas não deixo de achá-la sempre "Maravilhosa"!

4 - Por que decidiu participar desta antologia?

R: Essa Antologia foi muito especial, pois trata-se de contos, algo que comecei a escrever ainda na adolescência, e que me fazia viajar por horas dentro do meu quarto. Crônicas passei a escrever bem mais tarde, e embora tenha poucos textos nessa área, ambos fazem parte da minha preferência.

5- O que a fez investir na produção do seu E-book? Pode nos dar maiores detalhes desta façanha? Que outros projetos você tem?

R: Como disse antes, tenho uma ansiedade de aprender coisas novas, de fazer sempre mais, e cada vez melhor, se possível. Foi assim com a criação de videopoemas, e agora com e-books. Li alguns na internet e ficava fascinada, como se faz isso? Eu quero fazer isso! Pronto, fui atrás, como tudo que fiz até hoje nesse espaço virtual, pesquiso, baixo apostilas e programas e começam os testes. Uma infinidade de testes, pois dinheiro pra cursos nem pensar, não tenho, rs. Fuço, reviro os programas do avesso, mas um dia consigo, rs. E, em meio a esses testes, e falta de tempo, a criação de e-books ficou no forno por dois anos, até que saiu nessa última madrugada de sexta pra sábado. Nasceu "Vazios", mas repleto de sentimentos. É uma pequena coletânea de poemetos sobre o tema vazio, cinco somente. Espero que gostem. :)
Não sei se são bem projetos, diria sonhos, na verdade tenho uma infinidade de coisas na cabeça que tenho vontade de fazer, e as vezes começo duas ou três ao mesmo tempo. Depois haja tempo pra me dedicar a tudo, mas não desisto, rs. Foi assim com a criação de duas comunidades no Orkut sobre fotopoemas e videopoemas. Nelas tento passar para todos o pouco que sei através de Tutoriais, e é um prazer imenso ver cada um postando suas criações. É a poesia pincelada e retocada, obras de arte em forma de letras e imagens.
Quanto aos e-books, muitos outros surgirão, já tem uma fileira pra ir pro forno, poemas e textos meus, junto com outros poetas de comunidades e sites que participo, e em especial de haicais, pois recentemente assumi uma comunidade desses lindos e simples versos.

6 - Que livro foi marcante na sua trajetória pessoal ou como escritor?

R: "Senhora" de José de Alencar. Marcou desde que li no período escolar, e continua sendo, até hoje, um dos meus livros preferidos. Belo romance, rico em detalhes, e com personagens bem definidos e fortes.

7 - Como se dá o processo de criação das suas obras?

R: Não sigo um padrão, do tipo vou sentar aqui, me concentrar e pronto. Já soube de pessoas que conseguem criar suas obras dessa forma, basta um local apropriado, concentração e mente aberta, eu não, infelizmente, ou felizmente. As idéias surgem na minha cabeça do nada, pode ser em silêncio no quarto, ouvindo uma música, no metrô na hora do rush, na cozinha, ou até mesmo navegando na internet. Quantas vezes coloquei a cabeça no travesseiro e me veio uma idéia ou um poema inteiro na mente, ficava com preguiça de levantar, achando que lembraria de tudo, e no dia seguinte, nada. Por esse motivo, atualmente, sinto falta de ter um gravador sempre a mão, é bem mais fácil do que conseguir um PC, ou lápis e papel em certos momentos, rs.

8 - Indicaria algum autor (o seu preferido) ao que agora lê essa entrevista?

R: Agatha Christie, leio desde garota, e não me canso de recomendar.

9 - Sua OBRA, excelente na antologia "Contos e crônicas para viagem", "O Muro" recebeu elogios da crítica Eloísa Elena, a revisora. Qual o processo de criação desta obra? Pode nos falar um pouco dela?

R: Antes de tudo, é maravilhoso saber que meu conto recebeu elogios, agradeço imensamente a Eloísa Elena, e a você Bruno, que além de me oferecer a oportunidade de fazer parte desse lindo Projeto, me fez o maior dos elogios. Você não imagina o quanto foi gratificante as palavras que me disse após ler "O Muro", muito obrigada!
Esse conto foi escrito em 1978. Começou como uma redação para a aula de literatura do amado professor Jesus, do Curso de Secretariado do colégio federal CCPCS (Colégio Comercial Professor Clovis Salgado), e terminou como um conto, escrito na minha cama que ficava na parte inferior do beliche no quarto. Ao som de alguma música, que não me recordo agora, e perto da janela, viajei na mente de Aline, minha personagem preferida, e insistentemente usada em outros contos. Não me perguntem porque, não saberia explicar, só sei que surgia esse nome, rs.

10 - Como conheceu a "Nova Coletânea"?

R: Sempre tive o sonho de ter poesias ou textos publicados, ficou guardado aqui dentro por muitos anos, até que comecei a divulgar timidamente, aqui e ali, para ver se alguém gostava. E foi então que descobri, em uma comunidade de poesias do Orkut, o Projeto Nova Coletânea, essa maravilhosa oportunidade oferecida aos novos autores, de verem seus sonhos realizados.

11 - Como vê a atuação do projeto no âmbito virtual?

R: Vejo como uma fonte de incentivo, em constante atividade, uma estrada construída com dedicação, respeito, e amor pela literatura e novos autores.

12 - A internet é um lugar propício para o desenvolvimento de bons escritores?

R: Sim, a interação que existe na internet é muito importante para esse desenvolvimento. O escritor expõe suas obras, recebe críticas e elogios, e tem a oportunidade de corrigir e aperfeiçoar suas obras. Isso serve como um grande estímulo para seguir em frente, e escrever cada vez mais, coisa que não acontecia anos atrás, muitos guardavam seus papéis e sonhos na gaveta. Eu sou um exemplo disso, contos e poemas foram retirados dos envelopes e gavetas após entrar para esse maravilhoso mundo virtual. Embora a maioria dos novos autores estejam despreparados e desprotegidos ao lançarem seus textos na internet, pois nunca se sabe de que forma serão usados. Sejam precavidos, registrem suas obras!

13 - Que mensagem deixaria ao novo autor?

R: Ler muito, escrever sempre, cada vez mais! E não deixar que seus sonhos adormeçam por muito tempo em gavetas da vida.

14 - Quais são os seus planos para o futuro nas vias literárias?

R: Não deixar mais que os sonhos adormeçam, continuar escrevendo muito. Publicar em outros livros, publicar meus livros, criar muitos e-books, e quem sabe ver um de meus contos de suspense em uma peça? Seria maravilhoso! :)

Agradecemos o acesso a essa página. Volte sempre!

  2 comentários:

Carla Ivana disse...
Bruno, agradeço pelo convite, adorei participar dessa entrevista! E mais uma vez, muito obrigada por ter me proporcionado essa experiência maravilhosa participando no Projeto, um sonho realizado. ;) Bjos :)
 
Bruno R.Ramos disse...
A Carla é um talento que deixou de ser promessa. Realiza grandes feitos literários em suas publicações pela internet. Versátil e muito profunda em suas composições, ela dá ao leitor uma diversa gama temática para seu entretenimento e deixa sempre uma inusitada mensagem nas conclusões de suas obras. Sugiro a todos visitarem sua página virtual que pode ser acessada neste blog para se deleitarem com o manancial de sensações que brotam de sua arguta sensibilidade. Bruno Resende Ramos Organizador

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 

Arquivo do blog

Pesquisar no Portal