sábado, abril 08, 2017

Paixão


Não houve um dia sequer em que nossas mãos se tocassem, nossos olhos se encontrassem, nossas bocas colassem, que nossos corpos não sentissem, em fração de segundos, toda paixão, e infinito desejo que nos varria, encantava, e devassava.


(Civana em uma mesa de bar - 14/03/2009)

PS: Não, isso não é um bilhete, são apenas delírios escritos num guardanapo...

Comentários

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
 

Arquivo do blog

Pesquisar no Portal